Dicas para os colegas médicos que recebem pagamentos diariamente

2 comentários

Share on Google+0Share on LinkedIn0Tweet about this on TwitterShare on Facebook0

Atualmente existe uma parcela de profissionais que recebem pagamentos todos os dias, em dinheiro após o plantão ou a jornada de trabalho. Receber um retorno no mesmo dia por todas as horas de árduo serviço e dedicação é um fato interessante a se pensar. Este recebimento se dá, em muitas vezes, por meio de convênios de menor porte e que são pagos apenas em dinheiro ou cartão de débito, devido a logística mais simples de autorização, não precisando passar por checagens ou autorizações guia.

É bem interessante ver sempre a carteira cheia de dinheiro, mas também existe a sensação de que o dinheiro está indo rápido demais e sempre quando vamos conferir o total, o número não bate. Analisando a rotina de alguns profissionais, pode-se perceber que a maioria não utilizava uma forma de registrar o recebimento nem os gastos, desta forma um simples dia de folga e um passeio pela cidade era necessário para criar um rombo “psicológico” financeiro.

Sem contar com perdas e roubos, o grande responsável por este sentimento é a “síndrome do troco”. Gasta-se dinheiro e o troco com notas menores vai se acumulando. Estas notas menores são gastas com bens ou serviços de menor importância que nosso sub-consciente nem registra e após alguns dias esquecemos completamente destes fatos. Depois pensamos: “- Se eu gastei, deve ter sido necessário”.

Uma das principais dicas é depositar o valor todos os dias após o trabalho, desta forma todos os gastos ficam registrados nos extratos dos cartões de débito e crédito, facilitando a gerência destas informações. Confira nosso apanhado rápido de como fazer um controle financeiro detalhado em 30 dias.

Conferir o recebimento destes valores diariamente também é muito importante, pois após um dia inteiro de trabalho e mais de 20 pessoas atendidas, é importante ter a certeza de que todos os valores estão corretos e não houve nenhuma falha humana ou de sistema. Em caso de ocorrer, obviamente ela não será mostrada em um relatório gerencial, deixando o profissional médico às escuras e sem ter como conferir.

É muito bom ter a certeza ou tirar a dúvida de que está sendo pago centavo por centavo por aquilo que foi acertado e por você cumprido e trabalhado. Você tem a opção de anotar um por um, contar e depois checar o valor. Mas isso seria mais meia hora de trabalho após o expediente, hora que estamos loucos para ir para casa.

Foi criada uma metodologia e consequentemente um serviço para auxiliar todos os médicos que queiram otimizar este processo. Feito diretamente com consultoria e orientação médica, o ttz.med.br é um serviço que busca assessorar os profissionais fornecendo consultoria express e acesso ao aplicativo WEB, Tablet ou smartphone.


« Ver todas as postagens


  • Antônio Marcos Menezes

    Aqui em Florianópolis é muito comum esta divisão percentual entre o médico e a Clínica. O ruim é que muitas vezes levamos para casa o valor integral do atendimento e 30 ou 35% pertence à Clínica. Dificulta bastante o gerenciamento na hora do repasse… Vocês possuem alguma forma de controlar isso no sistema?

  • Jaison Niehues

    Olá, Antônio. Sim, é possível. Nas configurações de sua Clínica existe uma opção para informar que você recebe pagamentos em dinheiro e leva 100% do valor do atendimento. Desta forma, o sistema devolve estes 30 ou 35% para a Clínica no acerto mensal.



?>


Feito por médicos, para médicos

Teste grátis por 15 dias

Não solicitamos informações de pagamento

Como funciona
ttz Funciona em smartphone, tablet e computador.